28 abril 2011

Recordações de infância

Homenagem a 2 grandes amigas de infância que irei levar pra sempre
Bianca e Maiara
A minha infância mais precoce foi passada contigo. Cresci a ver-te crescer. Quando me perguntam por amigas de infância é o teu nome aquela em que penso primeiro. Meninas de  cabelos castanhos longos  e cabelos encaracolados. Minhas amigas de infância. Brincávamos tantas vezes juntas. Ia para a tua casa, vinhas para a minha. Sempre que o fazíamos levávamos conosco um saco enorme, cheio de barbies, cheio de kens, cheio de pequenas roupinhas, cheio de máquinas de lavar roupa e frigoríficos, tudo a que três meninas e as suas barbies têm direito. Esse saco quando voltava para casa ia cheio de sorrisos, brincadeiras. Brincávamos com a máquina de escrever , corríamos escada acima - escada abaixo, jantávamos juntas,  contavas-me as tuas paixões secretas, brincávamos naquela piscina de plástico, dávamos biberão às bonecas e púnhamo-las a dormir, dançava-mos juntas.
Acompanhaste os primeiros anos da minha vida, assim como eu acompanhei a tua. Éramos mesmo amigas. Amigas de infância.
Tenho saudades desses nossos risos de menina, das nossas bonecas, da infância.
Eu tive essas amigas de infância, aquela que brincou com as minhas bonecas. Tive, e tenho outras amigas, também da infância, mas com essas, não partilhei as barbies como fiz contigo. No entanto, hoje, são essas as que importam. Os amigos de ontem e ainda os amigos de hoje. Tu, minha amiga de infância não és mais uma amiga, és uma recordação, tão boa como um chocolate. Um chocolate que saboreio enquanto como mas que depois acaba. Eu guardei o papel desse chocolate. São recordações, de uma amiga na minha infância.

                                      Vocês estarão sempre em minha memória
Ass: Rafaela Paixão



Um comentário:

Dayane disse...

ac sim é so me linkar lah q te linko de volta ai vc avisa ok?
beijinhos
cupcakedegarota